15 Abril 2016: Les DéSAXés (França)

21h00 – Instituto Politécnico de Viseu.


Ficha Técnica

Saxofone alto e soprano: Samuel Maingaud
Saxofone Tenor: Michel Oberli
Saxofone Soprano e Alto: Guy Rebreyend
Saxofone Barítono: Frédéric Saumagne

“Les DéSAXés” traduz-se em português para “Desenquadrados” com um SAX pelo meio em forma de aceno ao instrumento que tocam, portanto “DesenSAXquadrados”.
Nos à parte, esta banda de músicos tontos é, inquestionavelmente, um quarteto de saxofonistas virtuosos. Motivados pela sua paixão pelo entretenimento, em palco cada unidadade do quarteto se transforma em actor, dançarino, engenheiro de efeitos sonoros, um pouco no jeito dos Irmãos Marx.
Estes artistas já viajaram pelos quatro cantos do mundo e em todos eles o seu trabalho foi distinguido com ovações, aplausos e gargalhadas.
O grupo começou a formar-se em 1994 e desde então já deram mais de 2.000 performances por todo o mundo. Vencedor de múltiplos prémios, o quarteto venceu no prestigiado Festival do Humor em Saint-Gervais (França), o especial prémio do júri “The Sacem” e arrecadou ainda o prémio do público na mesma edição.
Em Paris, tiveram oportunidade de tocar na mítica sala de espetáculos Olympia, a mais antiga da cidade. Tocaram ainda na The Printemps de Bourges bem como no The Paléo Festival, em Nyons.

Biografias

FRÉDERIC SAUMAGNE
“Médaille d’or” nos “Conservatoires Nationaux de Région de Boulogne-Billancourt et de Cergy-Pontoise”. Ex-membro dos “Costards” formação de renome de espetáculo musical de rua. Produziu quatro espetáculos de humor musical com “Les cuistots” com Philippe Martz, amplamente difundidos em França e no estrangeiro. Especialista nos saxofones baixo e barítono, apresentou-se em grupos, tais como o “Sax Project” de Pierre-Marie Bonafos, o “Jazzogène Orchestra” dirigido por Jean-Luc Fillon e em óperas de François Ribac. Produtor, diretor, compositor e intérprete do disco “Les vents fripons”, juntou-se ao grupo “Les déSAXés” em Junho de 2006.

GUY REBREYEND
“Médaille d’or” na ENM de Gap e no CNR de Lyon. Integra o CNSM de Paris, onde obtém dois primeiros prémios em música de câmara e na classe de saxofone de Claude Delangle. Laureado de sete concursos internacionais. Trabalhou com a Orquestra da Comédia Francesa, a Ópera de Paris, a Orquestra Francesa dos Jovens (sob a direção de Emmanuel Krivine) e a Orquestra Nacional de Montpellier. Ele também colaborou com Claude Bolling, Barre Phillips, Georges Arvanitas, Kako Besso, Jean-Charles Richard e Gwen Mc Crea. Membro fundador dos “Les déSAXés”, aborda o drama e a comédia com Jean-Paul Rolin, François Rollin, Jean-Marie Lecoq, Philippe Martz, etc.

MICHEL OBERLI
“Médaille d’or” no Conservatório Nacional da Região de Versalhes, de seguida recebe 2 diplomas superiores de concertista na “École Normale de Musique de Paris”. É membro de vários quartetos de saxofones que foram premiados em concursos internacionais, com os quais tocou em mais de 50 países. Fundador dos “Les déSAXés”, ele co-cria 5 espetáculos de comédia musical que serão apresentados em Paris nos teatros Mouffetard, Déjazet, Vingtième Théâtre e no Le Temple. Gravou também três discos e participou em programas de rádio e televisão.

SAMUEL MAINGAUD
“Premier prix” no CNSM de Paris em 2004, titular de sete primeiros prémios em diversos conservatórios regionais e laureado em cinco competições internacionais. Integra o grupo “Les déSAXés” no início de 2007. Co-líder do grupo Siam (finalista do concurso “Jazz à la Défense”
Tocou na Orquestra Sinfônica de Varsóvia, na Orquestra da Bretanha, no “Zicband” dos irmãos Fanfant, na Big Band “Prince Rainier III”do Mónaco, na Orquestra dos Laureados e no Ensemble de Saxofones de Paris, etc. Cruza também o caminho de Sylvain Beuf, Manu Rocheman, Philippe Lavil, Vladimir Cosma, MC Solaar, Laurent Cugny, Hadrien Feraud, Claude Egea, etc.

O concerto

Mais fotografias na nossa página do facebook, aqui.

Mecenas

mecenasdia15