Masterclasses & Workshops

Na décima quarta edição do Festival continuamos a apostar na formação especializada. Acreditamos que o contacto com perspetivas de diferentes professores e instrumentistas de reconhecido valor pedagógico e artístico é um alicerce essencial para dar ferramentas a jovens e profissionais, viseenses e outros.

Este ano teremos 6 masterclasses de seis diferentes instrumentos. Com formadores de talento internacional, esta será uma bela oportunidade de enriquecimento e aprendizagem para todos os inscritos. Pretendemos com esta oferta proporcionar aos participantes o contacto com diferentes metodologias de trabalho e fomentar a troca de experiência entre formando e formador.

Estas atividades destinam-se a todos os músicos desde o alunos do Curso Básico a Profissionais.

Masterclasses & Workshops

Fazer a inscrição

Masterclass

Piano com Luísa Tender

Masterclass
11 de abril, 2021 (domingo)
Horário: 09h00-13h00
Preço (Aulas individuais de 30 minutos): Alunos do Conservatório de Viseu: 25€; Alunos externos: 40€; Ouvintes: 5€
Fazer a inscrição
LUÍSA TENDER
Luísa Tender nasceu no Porto, onde estudou piano com Anne-Marie Mennet, Pedro Burmester e Helena Sá e Costa. Entre 1997 e 2000, foi aluna de Vitalij Margulis em Los Angeles; e posteriormente de Irina Zariskaya, no Royal College of Music em Londres, onde obteve o grau de Master of Music. Foi também aluna de Marian Rybicki e recebeu o Diplôme Supérieur d’Exécution em piano na École Normale de Musique de Paris.

O seu primeiro CD (Bach and Forward, edição de autor, Londres 2009) foi Escolha do Mês na revista britânica Classical Music. O seu segundo trabalho discográfico, Página Esquecida, um CD duplo com obras portuguesas para violoncelo e piano com Bruno Borralhinho (Dreyer & Gaido, Berlim, 2009), recebeu também os melhores elogios em publicações da área da Música (Fanfare, Strings Magazine, Das Orchester, entre outras). Gravou a integral das sonatas para piano de J. D. Bomtempo (Naxos/Grand Piano, 2019), um trabalho que teve grande destaque na imprensa internacional especializada (Ritmo, Music Web International, Stretto, Musikalifeiten). A Revista espanhola Ritmo dedicou-lhe um longo artigo de capa intitulado «Tiempo para Bomtempo – Luísa Tender». Luísa publicou ainda, em coautoria com Manuel Pedro Ferreira, um álbum didático multimédia: O pescador de sons (Lisboa, CESEM, 2019). A propósito de um dos seus concertos, o London Independent descreveu-a como «a natural Beethovenian».

Foi durante dois anos letivos, assistente convidada na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto (ESMAE). Atualmente, reside em Lisboa e é Professora Titular de Piano na Escola Superior de Artes Aplicadas de Castelo Branco (ESART). É presidente da assembleia-geral da EPTA-Portugal (European Piano Teachers Association).

Luísa Tender foi, durante os anos da sua formação, bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian e do Royal College of Music. É investigadora na área da Educação e Desenvolvimento Humano no CESEM (Universidade NOVA de Lisboa)

Masterclass

Canto com Cláudia Pereira Pinto

Masterclass
11 de abril, 2021 (domingo)
Horário: 11h00-13h00 e 14h00-16h00
Preço (Aulas individuais de 30 minutos): Alunos do Conservatório de Viseu: 25€; Alunos externos: 40€; Ouvintes: 5€
Fazer a inscrição
CLÁUDIA PEREIRA PINTO
Cláudia Pereira Pinto é natural da cidade do Porto e licenciada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto.
Discípula da professora Isabel Mallaguerra, estudou no Conservatório de Música do Porto, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto, terminando a licenciatura em Canto na Escola Superior de Música de Lisboa, na classe da professora Elsa Saque, com a máxima classificação.
Frequentou vários cursos de aperfeiçoamento de técnica e interpretação, em Portugal e na Áustria, nomeadamente com Rudolph Knoll, Marimí del Pozo e Dalton Baldwin. Integrou os elencos de várias óperas, mas tem orientado maioritariamente a sua atividade para o repertório de concerto e recital, nomeadamente oratória e lied e mélodie, interpretando obras do grande repertório para soprano
Tem-se dedicado à divulgação de obras de compositores portugueses, tendo apresentado várias estreias absolutas de canções de compositores contemporâneos como Fernando Lapa, Carlos Azevedo, Sérgio Azevedo, Carlos Marecos, Amílcar Vasques Dias, entre outros. Gravou vários CDs com obras de compositores portugueses.
Foi premiada em vários concursos de canto, nacionais e internacionais.

Masterclass

Violoncelo com Miguel Rocha

Masterclass
16 de abril, 2021 (sexta)
Horário: 09h00-13h00
Preço (Aulas individuais de 30 minutos): Alunos do Conservatório de Viseu: 25€; Alunos externos: 40€; Ouvintes: 5€
Fazer a inscrição
MIGUEL ROCHA
Iniciou os seus estudos no Conservatório do Porto com Isabel Delerue. Em 1983, prossegue a sua formação no estrangeiro com M. Strauss (Paris), Vectomov (Praga), Iankovic (Maastricht), Aldulescu, Pergamenchikov (Basileia), Fallot (Lausanne). Obteve vários diplomas com a máxima classificação, entre os quais o 1.º Prémio de Virtuosidade do Conservatório Superior de Lausanne e o 1.º Prémio do Concurso Internacional de Música UFAM. Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian de 1983-85, para estudar em Paris e na Academia Superior de Praga. Prosseguiu o seu aperfeiçoamento no Conservatório de Maastricht e na Academia Superior de Basileia, como bolseiro da SEC.
Participou em estágios de Pedagogia na Manhattan University com Burton Kaplan e igualmente em cursos de interpretação com Paul Tortelier, C. Henkel, Janos Starker, P. Muller, M. Tchaikovskaia. Efetuou concertos em França, Suíça, Alemanha, Itália, Espanha, México, Brasil e EUA. Foi violoncelista solo na “Sinfonieta de Lausanne” de 1996 a 1999. Lecionou durante 10 anos em várias escolas em França, nomeadamente no Conservatoire National de Belfort, Grenoble, Annecy e, na Suiça, em Lausanne, de 1997 a 2000.
Em 2001, regressou a Portugal, onde desenvolve uma intensa atividade como solista e músico de câmara, assim como pedagogo, no Politécnico de Castelo Branco – ESART. Tocou em várias formações com Ana Bela Chaves, António Rosado, Luíz Moura Castro, Daniel Rowland, Miguel Borges Coelho, Aníbal Lima, Filipe Pinto Ribeiro, etc.
Como membro do Duo Contracello gravou quatro CD’s. Com o Trio Athena, gravou um CD em França, com os trios de Debussy e Beethoven. A solo gravou com o Duo Sigma um CD com obras de João Pedro Oliveira.
No Violoncelo barroco, com o Ensemble Avondano, participou na edição e gravação de repertório inédito do sec. XVIII português – As quatro sonatas as e dois duos de João Baptista André Avondano (com o violoncelo Stradivarius “King of Portugal”) e na gravação de um segundo CD, com Os Trios Sonata de Pedro António Avondano (com o violoncelo Galrão, do Sec. XVIII).
Atualmente é Professor Coordenador de Violoncelo na ESART, membro do Duo Contracello, Duo Sigma, Avondano Ensemble e Tesseract Ensemble.

Masterclass

Clarinete com António Saiote

Masterclass
18 de abril, 2021 (domingo)
Horário: 11h00-13h00 e 14h00-18h00
Preço (Aulas individuais de 30 minutos): Alunos do Conservatório de Viseu: 25€; Alunos externos: 40€; Ouvintes: 5€
Fazer a inscrição
ANTÓNIO SAIOTE
António Saiote, nascido em Loures, Portugal, é um artista e pedagogo mundialmente reconhecido.
Foi solista na orquestra do Teatro Nacional de São Carlos, na Orquestra Régie Sinfonia, assim como membro do Grupo de Música Contemporânea de Lisboa com Jorge Peixinho, durante 11 anos. Para além disso, formou e inspirou vários grupos de música de câmara, tendo sido diretor dos Solistas do Porto.
Foi solista convidado dos congressos mundiais em EUA, Bélgica, França, Suécia e Japão e atuou ou ensinou em mais de vinte Países da Ásia, Europa, América e África.
Desde 1998 desenvolve paralelamente uma profícua carreira de maestro tendo dirigido várias vezes a Sinfónica Portuguesa, Orquestra Clássica do Porto, Filarmónica das Beiras, Orquestra Académica, ESMAE, Sinfónica de Zurique, Festival de Oviedo, Orquestra Nacional do Porto, Orquestra do Norte, Símon Bolívar, Orquestra da Comunidade de Madrid, Gran Mariscal Ayacucho, Orquestra do Teatro Municipal de Caracas, Maracay, San Felipe, Harmos Festival e Musicalta.
Terminou um MPHIL em Direção de Orquestra, na Universidade de Sheffield. É diretor artístico do Festival e Academia de Guimarães. Membro do Júri nos prestigiados concursos de Varsóvia, Caracas, Kortrik, Gand, Brasília, Toulon, Constancia, Sevilha e presidente do Valentino Buchi em Roma. Colabora regularmente como pedagogo, solista e maestro com o Sistema Venezuelano de Orquestras Infantis e Juvenis.
Atualmente é professor na ESMAE (Porto) e diretor artístico da orquestra sinfónica, assim como membro fundador da Ópera Norte.
Atuou em imensos países como, Costa Rica, Espanha, Colômbia, Polónia, França, China, Peru, México Venezuela e Brasil. Como diretor de orquestra dirigiu imensas óperas entre as quais: O Amor Industrioso, de Sousa Carvalho – Il Boticário, de Haydn – Cosi Fan Tutte, de Mozart – Don Giovanni, de Mozart – Impresario, de Mozart – Amor de Perdição, de João Arroyo – Kleine Mahagony e Os Sete Pecados Mortais, de Kurt Weill – O Doido e a Morte, de Alexandre Delgado – Pierrot Lunaire, de Schoenberg.

Masterclass

Violino com Heloísa Ribeiro

Masterclass
24 de abril, 2021 (sábado)
Horário: 15h30-18h30
Preço (Aulas individuais de 30 minutos): Alunos do Conservatório de Viseu: 25€; Alunos externos: 40€; Ouvintes: 5€
Fazer a inscrição
HELOÍSA RIBEIRO
Heloísa Ribeiro é membro assíduo da Orquestra XXI, desde o início da sua criação, em 2013.
Iniciou os seus estudos de violino aos seis anos, com Suzanna Lidegran, e, posteriormente, foi aluna de Zofia Wóycicka, em curso livre, na Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo do Porto. Ao mesmo tempo, estudou na Academia de Música de Santa Maria da Feira, de onde é natural. De seguida, e então com dezassete anos, foi admitida na Royal Academy of Music, em Londres, onde foi aluna de Hu Kun e Igor Petrushevski. Nessa instituição, concluiu a Licenciatura em Performance (2003-2007) e o Mestrado (2012). De 2007 a 2009, foi aluna de Benjamin Schmid na Hochschule der Künste Bern, Suíça, na International Menhuin Music Academy, em Blonay, para além de membro e solista da Camerata Lysy.
É líder do Anglo-Portuguese Ensemble, criado em Londres no ano de 2015, um grupo de câmara com o qual apresentou vários concertos tanto em Londres como em Portugal, com passagens por salas como a Casa da Música, no Porto, ou o Centro Cultural de Belém, em Lisboa.
Heloísa tem-se dedicado ao ensino do violino desde 2018. Em Portugal, lecionou na Academia de Música de Santa Maria da Feira e na Academia de Música de Castelo de Paiva, e, já no Reino Unido, desenvolveu uma classe de alunos, em Londres. É, desde 2019, professora de cordas na Woodhouse Grove School, em Leeds.
Em 2020, foi júri do Concurso Rotary Young Musician, no Reino Unido.
Heloísa apresenta-se regularmente em púbico, com variados grupos de câmara: entre outros exemplos, foi 1.º violino do quarteto António Fragoso e, mais recentemente, tocou em sexteto as obras Souvenir de Florence de Tchaikovsky e a Noite Transfigurada de Schoenberg, no Festival Internacional do Marvão. Em 2016, gravou a integral das obras para violino solo e com piano de Nicolau Ribas, com o pianista Manuel Araújo. No mesmo ano, tocou em recital em Tel-Aviv, Israel. Em 2008, apresentou dois recitais com piano em Salzburgo, a convite de Benjamin Schmid, com quem partilhou o palco tocando a Passacaglia de Haendel-Halvorsen. A solo com orquestra, tocou obras de Mozart, Lalo (Festival Internacional de Música de Santa Maria Feira), Wieniawski (Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim), Glazunov, Rossini (Camerata Lysy) e Tchaikovsky (Royal Academy Symphony Orchestra).
Em 2014, foi violinista na Southbank Sinfonia em Londres, tendo tocado em salas como o Royal Festival Hall, o Cadogan Hall ou o St. James Square, e trabalhou com músicos da Orquestra de Saint Martin-in-the-Fields ou da Royal Opera House. De 2008 a 2013, colaborou regularmente com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música. Em 2020, colaborou com a Opera North, em Leeds, e foi convidada para tocar com a Manchester Camerata.
Foi bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian, do Centro Nacional de Cultura, da Royal Academy of Music, da Universidade de Artes de Berna e da International Menhuin Music Academy. Foi ainda agraciada com o Santander Universities Award, o 1.º Prémio no Concurso Júlio Cardona, o 1.º Prémio no Concurso Juventude Musical Portuguesa, o 2.º Prémio no Concurso Jovens Músicos e laureada no concurso Piccoli Mozart no Mónaco.

Inscrições

Para participar numa das nossas formações necessita de preencher este formulário.
Caso existam dúvidas pode contactar-nos para o email masterclasses@musicadaprimavera.pt.

Pagamento

O pagamento, sem o qual a inscrição não é válida, deverá ser feito através de transferência bancária e o respetivo comprovativo enviado para o email masterclasses@musicadaprimavera.pt.

Em alternativa, para aqueles que têm possibilidade de o fazer, poderão efetuar o pagamento presencialmente na secretaria do Conservatório Regional de Música Dr. José Azeredo Perdigão.

Os dados para transferência bancária são:

N.º 0045 3180 40033211014 78
IBAN: PT50 0045 3180 40033211014 78
N.º Swift: CCCMPTPL